Outubro 2020

Como funciona o treino com eletroestimulação? Tire as suas dúvidas!

Muitas pessoas gostariam de ficar com o corpo em dia, mas não conseguem fazer treinamentos de musculação na academia pelos mais variados motivos, seja por problemas de saúde que não permitam a prática de determinadas atividades físicas, seja por simplesmente não gostarem de certos tipos de exercícios. Nesses casos, o treino com eletroestimulação pode ser uma boa alternativa.

Pensando nisso, neste post, explicaremos o que é eletroestimulação e como ela funciona. Além disso, falaremos sobre os benefícios desse método para a saúde, o bem-estar, o emagrecimento e a autoestima, mostrando em detalhes os preparativos que devem ser feitos antes de iniciar as atividades e os resultados obtidos com a técnica. Continue a leitura e confira!

O que é o treino com eletroestimulação?

Aeletroestimulação (ou EMS) é um conceito antigo adaptado às atividades físicas com a aplicação de um aparelho moderno criado na Alemanha. Trata-se de um método que garante o condicionamento e o fortalecimento muscular com uma única sessão de treinamento por semana.

O equipamento gera impulsos elétricos que são transferidos para o corpo humano por meio de eletrodos, causando a contração dos músculos. Esse processo é o responsável por fortalecer a musculatura, como se fosse uma academia do futuro, utilizando somente 20 minutos semanal do tempo do usuário.

O treino com eletroestimulação chegou ao Brasil recentemente e já está conquistando muitos adeptos.

Como funciona o treino com EMS?

Diariamente, o sistema nervoso central gera impulsos elétricos que controlam os movimentos musculares. Esse princípio, que faz parte da natureza humana, é usado no treino com EMS para alcançar camadas profundas do tecido muscular. 

O treino do futuro utiliza esses impulsos de corrente elétrica e funciona para o corpo inteiro, acionando mais de 300 músculos (90% do total) ao mesmo tempo, superando o treinamento convencional. Por isso o tempo da sessão dura apenas 20 minutos, sem usar pesos ou fazer séries e repetições que podem causar lesões e acabam favorecendo a hipertrofia.

Os parâmetros de intensidade da corrente produzida pelo aparelho são ajustados de acordo com o aluno. Também são realizadas personalizações na frequência e na largura do pulso, no repouso durante o treinamento e no tempo de esforço.

A corrente que circula pelo organismo é bipolar e chega aos tecidos mais profundos. Vale destacar que essa metodologia vem sendo aplicada há muitos anos para a reabilitação de pacientes e tem comprovação científica de eficácia.

Como se preparar antes do treino?

Ao chegar para o treino, o usuário e veste uma roupa própria para a transmissão da eletroestimulação, ligada ao equipamento por meio de eletrodos que serão conectados à sua musculatura para trabalhar as fibras básicas ou superficiais e profundas ou tônicas — que continuam sendo contraídas depois que a sessão termina, sem a ocorrência de lesões nas articulações. 

A roupa vestida é de algodão e neoprene, que precisa ser molhado para a transmissão dos impulsos até a pele. O aparelho é operado por um personal trainer que foi capacitado para fazer os ajustes de intensidade conforme a necessidade do cliente. Esse profissional especializado orienta a realização das atividades, que podem incluir flexões e abdominais.

Como o treino é realizado?

O aluno realiza séries de exercícios simples, como agachamentos, durante 20 minutos com o aparelho ligado. Nesse período, são efetuadas 10 contrações musculares — os impulsos duram 4 segundos, seguidos de mais 4 segundos de repouso. O tipo de exercícios e o direcionamento dos eletrodos vão depender do objetivo de cada pessoa.

O corpo inteiro é trabalhado quando a corrente elétrica exerce força e dificulta a movimentação do indivíduo. Sendo assim, a intensidade dos impulsos vai depender do condicionamento físico do usuário. Quando a sessão termina, é possível sentir que todos os músculos foram trabalhados, sendo que a sensação dura por alguns dias.

O que esperar nos dias seguintes?

Como já foi dito, o treino é realizado em apenas alguns minutos. Porém, ele funciona de modo intermitente, contraindo durante 10 minutos os músculos de todas as regiões do corpo. Além disso, é necessário somente 20 minutos em um único dia da semana, o que não acontece em uma academia comum, que exige mais tempo e mais esforço, com a realização de movimentos repetitivos.

Depois do treino, a musculatura precisa se recuperar para a próxima sessão. As contrações feitas pelo aluno são somadas às da máquina, por meio de um treinamento dinâmico e direcionado de acordo com as metas do cliente. Os exercícios são inofensivos, sem restrições e efetivos para quem não quer ou não pode ir para a academia convencional.

Para que o treinamento seja seguro e de qualidade, os treinadores devem ser idôneos, além de seguir o guia de boas práticas e de conduta elaborados pelos especialistas do ramo. O educador físico é a peça-chave para que o usuário alcance todos os benefícios da eletroestimulação muscular, que concilia conhecimentos de fisiologia com tecnologia para fazer os planos dos treinos para indivíduos diferentes.

Quais benefícios podem ser obtidos?

A partir de 6 sessões, os resultados já se tornam visíveis, com o fortalecimento e o aumento da resistência muscular. A atividade é intensa e promove a perda de peso pela queima das calorias que são consumidas durante o treino.

Veja, a seguir, algumas vantagens do treino com eletroestimulação:

  • uso de tecnologia avançada para ganhar força;
  • tonificação da musculatura;
  • redução das dores nas costas;
  • diminuição de celulites e da flacidez.

O método apresenta facilidades aos clientes que participam de treinos curtos, deixando o seu tempo livre para o trabalho ou lazer com a família. É excelente para quem gosta de correr, mas que não pretende fazer musculação.

Não importa se o usuário tem alguma lesão ou limitação, ou se for um atleta profissional: todas as pessoas com 16 anos ou mais podem participar, exceto aquelas que tiverem restrições médicas relacionadas ao uso de marca-passo, gestação ou doenças renais. É uma ótima opção para quem precisa fortalecer a musculatura da coluna para eliminar a dor nas costas.

Agora, você já sabe como funciona o treino com eletroestimulação. Com apenas 20 minutos, uma vez por semana, você melhora a sua autoestima, cuidando da sua saúde e da beleza física. Não se esqueça de contar com o acompanhamento de um profissional especializado, para que tudo seja realizado da forma correta.

Gostou do conteúdo? Agende agora mesmo uma aula experimental na e.body Brasil e tire todas as suas dúvidas!

Curtiu? Então compartilhe:
icone-facebook.png icone-twitter.png icone-whatsapp.png
Bitnami